Beleza e Saúde

Eclâmpsia – O que é, Sintomas,Tratamento e Recomendações

EclampsiaSão convulsões que mulheres gestantes têm durante a gravidez que não está relacionada com doenças cerebrais preexistentes. A causa disso infelizmente ainda é desconhecida, os estudiosos acreditam que podem estar relacionado com vasos sanguíneos, dieta, genes e fatores neurológicos, mas nenhuma teoria foi provada, por isso nada é válido.  Sabe-se que ela ocorre depois de uma grave complicação no período da gestação que está ligada a pressão arterial e o ganho excessivo de peso muito rápido. 

As mulheres que sofrem de Eclâmpsia correm um risco muito grande entre esses riscos, a separação da placenta, ou até mesmo o parto prematuro. Por isso é necessário as mulheres gestante passarem por exames constantes e acompanhamento médico frequente, pois essa doença pode acarretar problemas para o bebê. A gestação é um momento muito especial para a mulher e para toda a família ao redor, mas para que ela seja bem sucedida e tanto mãe, quanto filho possam voltar para casa com saúde é necessário atenção durante essa fase, e acompanhamento médico.

 

Sintomas

 

  • Dor de cabeça;
  • Pressão muito alta;
  • Alterações da visão;
  • Exames de sangue anormais;
  • Dores musculares;
  • Convulsões;
  • Muita Agitação;
  • Inconsciência

 

Fatores De Risco

 

  • Ser afro-americana;
  • Primeira gravidez;
  • Ter pelo menos 35 anos;
  • Diabetes;
  • Pressão alta;
  • Doença renal;
  • Gestação de gêmeos, trigêmeos;
  • Gravidez na adolescência.

 

Eclampsia02.

 

Tratamentos

 

No momento em que a gestante demonstrar os sintomas de Eclâmpsia, o médico deve monitorar e se for o caso realizar o parto, pois prolonga-lo pode ser perigoso para a mãe e para o bebê.  O proporcional é cuidar de casos graves até 34 semanas de gestação e de casos leves até 37 semanas e caso necessário  realizar o parto.

Existem alguns remédios que podem ser tomados para evitar as convulsões, e o medicamento é seguro para você e para o bebê. Mas lembre-se qualquer remédio deve ser com prescrição médica, pois é de alto risco a automedicação.

 

Recomendações

 

As gestantes devem estar em constante observação médica de maneira que o diagnostico seja feito no inicio da doença para evitar problemas graves.

 

Vídeo

 

 

Veja mais, sobre a Pré Eclâmpsia doença que precede a Eclâmpsia com um especialista Dr. João Vinagre.

 

 

 

Pessoal o que acharam da matéria sobre Eclâmpsia? Deixe seu comentário agradecemos a sua visita, espero ter ajudado até a próxima matéria!

 

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.